Páscoa

POEMA SOBRE A PÁSCOA

Novalis (Friedrich von Hardenberg) 1772-1801

Eu digo que ele vive, a toda gente,

e que ressuscitou,

e que junto de nós e para sempre

pairando ele ficou.

Eu digo, e todos vão também dizer,

aos companheiros seus,

que em breve em toda parte vai nascer

novo reino dos céus.

Perante um novo modo de sentir,

o mundo reaparece;

e a vida nova em nós a ressurgir

da mão dele é que desce.

Vejo o terror da morte mergulhar

no fundo mar escuro,

e toda gente agora a contemplar

com calma seu futuro.

A vereda sombria que ele abriu

para o céu é que vai,

e quem os seus conselhos já ouviu

chega à casa do Pai.

Agora, ao ver morrer alguém querido,

sofremos sem temor.

Saber que o reencontro é concedido

suaviza essa dor.

Com muito mais fervor vamos agir

nos feitos mais singelos,

pois essa sementeira vai florir

This entry was posted in antroposofia, arte, auto-desenvolvimento, biográfico and tagged . Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *